domingo, 26 de fevereiro de 2012

A LIBERTAÇÃO através do desapego e da memoria DIVINA.


Jesus sempre falou em duas linguagens, uma velada e outra simbólica. Ainda assim, devemos ter a prudência de pensar que o que nos chegou passou por séculos de escrutínio de vários interesses e de vários canais que o perpetuaram, assim e mesmo que de forma genuína, com a melhor das intenções, a mensagem nunca pode chegar intacta, pois sofreu a interpretação de quem a transmitiu.
Simbolicamente Jesus dizia: “Amai-vos uns aos outros, como EU VOS AMO”…e ai todos EGOCENTRICAMENTE pensam que o AMOR que ele falava era igual ao que nós pelo EGO gostamos de sentir, aquele que beneficia ao nosso próprio interesse. Mas como pode o ser esquecer, quando ELE também afirmava: “O meu REINO não é D’AQUI…deste mundo”, então todos falam disso…..ele é PRINCEPE CELESTE. Seria um contra-censo que ELE não sendo D’AQUI, se referisse a sentimentos imperfeitos carregados pelo EGO.
Mas sabemos que ele falava de AMOR, para os mais humildes, para o povo, ela falava de forma simbólica, procurando não agredir o seu frágil entendimento. Já para os INICIADOS, os apóstolos ele falou em linguagem velada e ai está a questão….por vários motivos e nem todos negativos essa mensagem velada teve que ser adequada. Isto tem que ver com o facto da humanidade da época, assim como a actual, não estar preparada para receber tais verdades, tais conhecimentos. A  mensagem foi trazida com o objectivo e de forma a garantir que houvesse um período de preparação para que a Humanidade se preparasse. Tal adequação está representada, no seu conjunto, no processo em que os espíritos, encarnando sucessivamente até hoje, consiga que todos, estejam preparados para o processo seguinte – A LIBERTAÇÃO.


Então ai se entende que a mensagem de Jesus há 20 séculos foi a de salvação – manter o espírito humano num processo de reencarnações, até que no seu todo, estivessem preparados para o 2º ADVENTO – A LIBERTAÇÃO  | representada no DESAPEGO que falamos   e principalmente no recordar. Sim, recordar, porque ai você perguntará:
? Mas está o espírito humano todo no mesmo nível de evolução espiritual?
Respondemos: Sim.
Unicamente temos duas diferenças básicas;
1ª As amarras do EGO | Os apegos
2ª Os véus que não nos deixam recordar as experiencias anteriores e tudo o que na verdade somos | A nossa verdadeira essência DIVINA | a centelha ERTENA que na verdade somos, mas que se encontra aprisionada.
E DAI A MENSAGEM DA LIBERTAÇÃO.

1 comentário:

  1. vc quiz dizer dois milênios né?
    Muito bom o texto...

    Abraço Fraterno

    ResponderEliminar